segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Outros tratamentos para a bipolaridade

Além dos remédios e do acompanhamento psiquiátrico e psicológico - todos são fundamentais - é possível, com atitudes simples, melhorarmos nosso quadro e nos mantermos estabilizados. Um ponto é a alimentação.  Li que ômega 3 faz muito bem aos portadores de bipolaridade e faz todo o sentido, afinal este suplemento também age beneficamente no cérebro, além de ajudar a diminuir altos níveis de colesterol.

Outra boa atitude é a prática de exercícios físicos. Além de queimar a energia excedente, também nos dá uma dose extra de serotonina, o hormônio de bem-estar, e contribui ainda para nossa autoestima, já que melhoramos a aparência e forma física.

Um ponto que eu considero extremamente importante e que me influencia muito é a música, que pode ajudar no momento em que precisamos nos recuperar de uma depressão, de nos reerguermos de volta para a vida. Pelo menos funciona assim comigo.

Preciso dizer que amo música, sou uma pessoa completamente eclética e aprecio a mais variada gama de estilos musicais - e não nutro preconceitos por nenhum ritmo.

Hoje estava ouvindo uma música da Nicki Minaj com a Rihanna, chamada Fly, que é muito linda e é feita para cantarmos, sentirmos e absorvermos (eu gosto do refrão)..

O refrão diz o seguinte:

I came to win, to fight, to conquer, to thrive,
I came to win, to survive, to prosper, to rise
To fly
To fly

Traduzindo, fica assim:

Eu vim para vencer, para lutar, para conquistar, para prosperar
Eu vim para vencer, para sobreviver, para prosperar, para subir
Para voar
Para voar

E é exatamente o que eu sinto. E ouvir essa música me faz sentir muito bem, com ânimo, com esperanças.
Além desta canção, há muitas outras. Sugiro selecionar todas que toquem seu coração de verdade para estes momentos especiais, ou até para o dia-a-dia, já que uma forcinha extra não faz mal a ninguém.

Também sugiro praticar o ato de amar. Acho, que mais do que nunca, precisamos nos olhar por dentro e nos reconhecermos, sem medo ou vergonha. Olhar o que temos de ruim, de feio, mas, principalmente o que temos de mais lindo e surpreendente. É essa parte boa de nós que irá comandar o restante, porque precisamos praticar o amor-próprio, nos amarmos muito e, desta forma, já cheios deste sentimento tão essencial, amarmos o restante. O amor merece ser praticado, porque, uma vez com amor, não conseguimos nunca mais viver sem ele. E quantas cores este sentimento traz para nossa vida, quantos novos sabores, sonhos, tanta perspectiva de novidades e possibilidades.

Isto tudo afasta a auto-piedade, a nossa pior inimiga. A auto-piedade chega de mansinho, encoberta no inconsciente e nos derruba mesmo. É ela que nos mantém no chão, presos à depressão.

Tudo o que foi descrito acima é uma forma de afastar a auto-piedade, mantê-la bem distante. É assim que conseguiremos tocar nossas vidas da forma mais natural e saudável possível.

Não é fácil, mas está londe de ser impossível. Pensem nisso.

2 comentários:

Unknown disse...

muito exemplar tua força de vontade!!! muito lindo.....inspiradora....parabens a vc....uma bipolar como eu....

Bipolaridade disse...

Muito obrigada! Que bom que pude lhe ajudar, nem que tenha sido só um pouquinho. Que tenhamos muita força e muita garra! Beijos!